Uma Abordagem do Líder Servidor

12 de Dezembro de 2009 – Meu primeiro encontro ao “vivo” com James Hunter
25/08/2017
As dimensões de um líder autêntico
30/11/2017

Existem múltiplos conteúdos escritos sobre estilos de liderança e você já deve ter lido pelo menos um deles. Diversos escritores renomados ou não, se dedicaram e dedicam até hoje a pesquisar e escrever sobre liderança. Dentre os estilos de liderança estudados a liderança servidora se destaca pelos seus resultados eficazes.

Importante destacar que o líder servidor “abre os olhos” de seus liderados. Ele tem o brilhantismo natural da paixão pela causa e contagiam os outros com sua coragem e entusiasmo. Ele tem a missão de servir seus colaboradores ou subordinados dentro da organização, ele conquista o direito de liderar o grupo naturalmente sem necessidades de conflitos, disputas ou pressões.

Muitos líderes são colocados nas organizações e são acobertados pela hierarquia e se colocam como superiores, impondo suas idéias, opiniões e pensamentos a seguidores, subordinados e dependentes. Neste modelo não existe comunicação ou diálogo, esta liderança não possui perfil ideal de um bom líder e acabam frustrando e “queimando” talentos. E para que isso não ocorra às pessoas podem desenvolver as características do líder servidor. Jesus Cristo considerado por milhões de pessoas o maior líder do mundo, pelo seu amor a humanidade, pelas suas atitudes, poder de influenciar, trabalho em equipe e principalmente o estilo de liderança servidora disse: “Quem quiser ser líder deve ser primeiro servidor. Se você quiser liderar, deve servir.” Gandhi, Madre Tereza de Calcutá, Martin Luther King, Nelson Mandela, foram líderes que serviram e utilizaram o seu próprio exemplo, a sua autoridade para influenciar.

O líder servidor se entrega inteiramente a uma causa e trabalha duramente para levar suas idéias ou mensagens em benefício do maior número de pessoas. Jesus confiou em doze homens (seus discípulos), e em três anos os conheceu, os ensinou e se humilhou. Cristo se fez como igual e após a sua partida, os discípulos continuaram a sua missão. Missão esta que permanece acesa até hoje no coração da humanidade.

Jack Welch destacou que “O mundo pertencerá a líderes resolutos e movidos pela emoção (…), a quem não apenas possui grandes reservas de energia, mas também for capaz de energizar seus liderados.”

O grande guru da administração, Peter Drucker, diz: “A única definição de líder é alguém que possui seguidores. Algumas pessoas são pensadoras. Outras, profetas. Os dois papéis são importantes e muito necessários. Mas, sem seguidores, não podem existir líderes.”

Este líder serve sem olhar crença ou raça, sem observar se a pessoa tem ou não poder aquisitivo, ele deve encantar com seu bom atendimento, compromisso e dedicação. Muitas vezes o líder que serve, pode encontra-se em uma posição de humilhação, mas ele permanece firme em suas atividades, mesmo passando por adversidades, o seu cartão de visitas, o sorriso, permanece consigo. Você pode me indagar qual a relação do líder servidor com outro perfil de líder? Acredito que sejam as características de bem servir, humilhar-se, dedicar-se, relacionar-se de igual para igual para sobreviver o dia a dia e alcançar êxito, sucesso e objetivos.

James C. Hunter autor de “O Monge e o Executivo” acredita(e eu também) que liderar não é ser “chefe”. Liderar é servir. Embora “servir” tenha conotação de fraqueza para alguns, a liderança servidora pode ter um impacto positivo em nosso desempenho como pais, treinadores, cônjuges, professores, pastores ou gerentes. Afinal, todos querem se tornar os líderes que as pessoas precisam e merecem.

Pense nisso e desenvolva a sua liderança servidora.


Os comentários estão encerrados.

Assista no Teatro!
WhatsApp chat